Artigos

Como proceder numa reunião familiar conflituosa?

Durante uma reunião uma atendida me perguntou: qual a melhor forma para resolver uma questão conflituosa? Ela está passando por problemas familiares. Respondi, primeiro ouça.

Quando estamos envolvidos emocionalmente não ampliamos a nossa percepção e não esclarecemos as reais intenções. Escutar de forma ativa, entender para compreender.

E só então faça perguntas, mas perguntas reflexivas, que são poderosas. Elas possibilitam soluções criativas e iluminam para novas ideias.

Precisamos nos conectar com o outro e exercer a empatia e uma comunicação compassiva.

Fazer valer seus direitos necessita comprometimento e responsabilidade. Não é uma competição e sim um processo de colaboração.

Todos nós necessitamos de satisfação, de sermos reconhecidos e legitimados.

Se for difícil fazer isso sozinho neste momento, não deixe de solicitar ajuda de um terceiro imparcial.

Foi assim o meu fim de semana. Adorei atender e presenciar essa prática.

As pessoas estavam envolvidas em uma relação conflituosa. Colaboraram e tornaram esse círculo virtuoso.

Ficamos horas trabalhando assim e valeu cada minuto de aprendizado. Sim, eu aprendo muito em cada atendimento.

Foi uma experiência incrível para todos, além de libertadora, restabeleceu laços que estavam fragilizados e outros rompidos. Todos saíram satisfeitos e envolvidos em fazer o seu melhor.

Você vai se surpreender do que você é capaz e eu posso te ajudar. Eu sou um terceiro imparcial chamado mediador. Vamos conversar mais sobre isso?
Márcia Rosa
‘Problems cannot be solved at the same level of awareness that created them.’
Albert Einstein

Os artigos mais lidos

Como proteger os filhos na separacao do casamento?

Como proteger os filhos na separacao do casamento?

As crianças sofrem muito mais em um casamento onde não há mais diálogo e respeito do que viver em ma...

Saiba mais
Vamos falar sobre seu futuro?

Vamos falar sobre seu futuro?

Se você deseja se destacar e criar valor para sua marca e maior competência profissional, precisa co...

Saiba mais
Quando foi a última vez que você exerceu seu amor-próprio?

Quando foi a última vez que você exerceu seu amor-próprio?

Na busca desesperada de viver um grande amor nos perdemos e acabamos convivendo com máscaras, sem au...

Saiba mais