Artigos

A questão entre eles era a de propriedade e a forma de conduzir os negócios, o que só aumentava o estresse e a escalada do conflito. Travaram uma batalha judicial e o resto da história do Facebook você já sabe e vale a pena ver o filme.

O desgaste financeiro e emocional foi enorme. E o que poderia ter sido diferente se tivessem optado pela Mediação?

Todos os envolvidos estariam em colaboração, em um esforço de realmente entender para compreender as razões, os sentimentos e as necessidades uns dos outros.

As emoções envolvidas necessitaria de uma Mediadora que trabalharia com eles as suas reais motivações.
Todos estavam inseguros, frágeis e confusos o que é natural, o que impossibilita de visualizar outras opções de solução do problema.
O circulo vicioso se retroalimenta e o cotidiano não entra nessa forma de disputa.
Foi bom para eles? Só eles podem dizer.
Relacionamentos divergem e a forma como você quer solucionar vai dizer sobre seu projeto de futuro.
Já viveu algo assim com seu sócio, seu parceiro de jornada? E como resolveu? Mas, foi de forma satisfatória? Vamos falar mais sobre isto?

Os artigos mais lidos

Como proteger os filhos na separacao do casamento?

Como proteger os filhos na separacao do casamento?

As crianças sofrem muito mais em um casamento onde não há mais diálogo e respeito do que viver em ma...

Saiba mais
Vamos falar sobre seu futuro?

Vamos falar sobre seu futuro?

Se você deseja se destacar e criar valor para sua marca e maior competência profissional, precisa co...

Saiba mais
Quando foi a última vez que você exerceu seu amor-próprio?

Quando foi a última vez que você exerceu seu amor-próprio?

Na busca desesperada de viver um grande amor nos perdemos e acabamos convivendo com máscaras, sem au...

Saiba mais