Artigos

Eram muitos anos de amizade, praticamente desde a infância, até que houve uma divergência e não conseguiram lidar com isso de forma harmoniosa. Levaram para o lado pessoal, as emoções contidas e os sentimentos não identificados pioraram a situação. Já não sabiam mais dos seus interesses e foi necessária a participação de um terceiro. Quando estive com essas pessoas pela primeira vez, descobriram que não sabiam qual era o real motivo de tanto desamor e ressentimento. Olhar para o passado foi indispensável para que procurassem uma razão pela qual estavam ligados. Escutar de forma atenta e sem julgamentos, compreender as reais necessidades foi o primeiro passo. Falaram muito sobre o relacionamento, ressignificaram e decidiram construir um novo futuro. Transformaram a comunicação ilusória em uma comunicação simbólica (grata Vezzulla).

É muito mais do que aqui narrado e não tão simples. E afirmo, possível, desde que haja essa vontade. E você, se identificou? Já visitou esse lugar? Vamos falar mais sobre isso? Eu estou aqui para te apoiar.

Os artigos mais lidos

Como proteger os filhos na separacao do casamento?

Como proteger os filhos na separacao do casamento?

As crianças sofrem muito mais em um casamento onde não há mais diálogo e respeito do que viver em ma...

Saiba mais
Vamos falar sobre seu futuro?

Vamos falar sobre seu futuro?

Se você deseja se destacar e criar valor para sua marca e maior competência profissional, precisa co...

Saiba mais
Quando foi a última vez que você exerceu seu amor-próprio?

Quando foi a última vez que você exerceu seu amor-próprio?

Na busca desesperada de viver um grande amor nos perdemos e acabamos convivendo com máscaras, sem au...

Saiba mais